29.6.10

Curso de Cura Prânica no Tao

A Cura Prânica (Pranic Healing) é uma técnica que trabalha o corpo energético. Na remoção de energia onde houver excessos e na energização onde houver deficiência. É um método rápido e eficiente para tratar desarmonias físicas, psicológicas, emocionais e espirituais.

O curso de Cura Prânica Básica tem por objectivo introduzir o estudante na técnica da cura Prânica básica. O estudante aplicará esta técnica em casos de doenças simples como constipações, problemas digestivos, respiratórios, etc.

Através dos conhecimentos teóricos e práticos, mais a ajuda do livro que acompanha o curso, o estudante terá elementos suficientes para desenvolver a técnica.

Esta formação tem por objectivo introduzir o estudante na técnica da Cura Prânica Básica.

PROGRAMA
- O que é a energia vital
- Conhecimento das diferentes fontes de energia
- A interacção do nosso corpo com as fontes de energia
- O uso de essa energia para identificar, avaliar e perceber o campo subtil de pessoas ,objectos, ambientes e alimentos.
- Conhecimentos básicos de anatomia energética e chakras
- Respiração prânica
- Cura pela oração
- Prática de tratamentos
- Prática de Cura Prânica à distancia
- Prática de autocura
- Meditação dos dois corações

Palestra de Apresentação: Introdução a Cura Prânica
Quinta-Feira 8 de Julho às 20h30
ENTRADA LIVRE

Curso ministrado por Birgit A. Siebler • Curadora Prânica Avançada
Investimento: 200€
Início: Sábado, 10 de Julho de 2010 às 10:00
Fim: Domingo, 11 de Julho de 2010 às 19:00
Mais Informações ou inscrições: energyhealing@sapo.pt • Tlm: 96 287-7732
Inscrições: 91 423 80 10 • 233 094 042 • tao.centro@gmail.com

Formações em Reiki no Tao: Abertas Inscrições

Reiki Nível II
Abertas inscrições para o II Nível de Reiki com o mestre Vitor Meném. Aprofunde a sabedoria e a prática reikiana.
Data: Sábado, 10 de Julho de 2010
Hora: 10:30 - 18:30
Local: Tao Desenvolvimento Pessoal - Figueira da Foz
Investimento: 60 €. (incl. manual, certificado, limpeza energética e acompanhamento)

Reiki Nível I
Inicie-se na filosofia e na prática reikiana, aprenda a canalizar a energia universal, com o mestre Vitor Meném.
Data: Domingo, 18 de Julho de 2010
Hora: 10:30 - 18:30
Local: Tao Desenvolvimento Pessoal - Figueira da Foz
Investimento: 50€ (incl. manual, certificado, limpeza energética e acompanhamento)

Inscrições limitadas (5) nos contactos habituais do Tao

23.6.10

Mulheres questionam ecologia na Figueira da Foz

Na próxima segunda-feira, dia 28 de Junho, pelas 20h30, o Círculo da Mãe Terra promove mais uma tertúlia no feminino. Desta feita subordinado ao tema "SOMOS ECOLÓGICAS?".

Para variar, e aproveitando o bom tempo que já se vai sentindo na bela Figueira da Foz, o encontro será ao ar livre, no relvado junto ao CAE (Centro de Artes e Espectáculos) e o ponto de encontro será junto à entrada principal do CAE (entrada virada para as Abadias).

Uma última recomendação da organização: «Para além da saia rodada levem almofada e mantinha ou toalha de praia, pois vamos estar na relva».

Atenção pais, a não perder: Feira de Artes para a Infância em São Pedro de Moel

«O Pinhal das Artes é uma feira de artes para a primeira infância, num espaço dedicado à família, à sensibilização ambiental e à educação pela e para a arte.

Com particular destaque para a música, este evento realiza-se no Pinhal do Rei em S.Pedro de Moel -Marinha Grande-Leiria, nos próximos dias 30 de Junho, 1, 2, 3 e 4 de Julho»

Toda a informação http://www.pinhaldasartes.blogspot.com/

17.6.10

Workshop de Kundalini Yoga. Na Figueira da Foz

Estão abertas inscrições, no Tao, para uma oficina dirigida especialmente a alunos ou professores de yoga. Sob a orientação de Satya Kaur.

Conteúdo: A origem do Kundalini Yoga, a chegada do KY ao ocidente, características do KY versus outros tipos de Yoga, o objectivo do KY, segurança no uso do KY, benefícios do KY, a prática.

Data: Domingo, 27 de Junho de 2010
Hora: 10:00 - 13:00
Local: Tao Desenvolvimento Pessoal

Formadora: Satya Kaur. Satya pratica Kundalini Yoga desde 1980 e ensina-o desde 1981. Tem um bacharelato em Geografia, do King’s College - Londres e um diploma nas Artes de Parteira da Middlesex University - Londres. É directora da Karam Kriya School (UK) e da Quinta do Rajo. É formadora de professores a Nível 1 e 2 certificado pelo Kundalini Research Institute (KRI). Especializou-se na formação de Professores de Yoga para Grávidas. Satya oferece workshops em Mitó-Drama uma forma de terapia que utiliza a auto-expressão, imaginação e brincadeira (clique aqui e conheça melhor a formadora)


Carga horária: 3 horas
Investimento: 25€
Nº min. participantes 6

Inscrições para os contactos habituais do Tao (clique aqui)

9.6.10

Aprender a meditar, no Tao. Já amanhã

Workshop: Meditação da MerKaBah

Ainda Há Vagas!

Inscreva-se Já

Venha aprender esta técnica fantástica que permite "ir além do intelecto"

A Meditação da Mer-Ka-Bah é uma técnica de meditação de 17 respirações e de visualização que expande a consciência enquanto integra os diversos corpos (corpo físico, mental,emocional, etc.). Esta meditação activa o corpo de luz espiritual, conhecido como Merkabah.

A Mer-Ka-Bah permite-nos experimentar a consciência expandida,conecta-nos com potenciais elevados de consciência e restaura o acesso à memória das infinitas possibilidades do nosso ser. Quando a Meditação Mer-Ka-Bah se realiza correctamente, a Mer-Ka-Bah integra de forma fluída os aspectos femininos (intuitivos, receptivos) e os masculinos (activos, dinâmicos) da nossa mente e espírito.

Formadora: Birgit Siebler
Data: Quinta-feira, 10 de Junho de 2010
Hora: 15:00 - 19:30
Local: Tao Desenvolvimento Pessoal - Figueira da Foz
Investimento: 50€ (inclui manual e CD)
Inscrições para o tao.centro@gmail.com ou para o 914238010

8.6.10

Aprender a massajar, no Centro Tao

Workshop: Massagem de Relaxamento

Ainda há vagas - Inscreva-se já!

A Massagem é uma arte milenar de auto-cura. Pode ser uma viagem de auto-descoberta, revelando quem somos, o que somos e como podemos atingir um estado pleno de equilíbrio e harmonia.

Na massagem de Relaxamento são utilizadas técnicas que promovem um estado de relaxamento profundo e bem-estar geral.

Neste workshop serão apresentados os conceitos básicos da Massagem de Relaxamento e ensinadas técnicas de Massagem.

Este workshop é um convite para todos os que acreditam que é possível mudar.

1ª Parte:
- Introdução à Massagem
- Benefícios/ Indicações da massagem
- Técnicas de massagem
- Contra-Indicações da massagem

2ª Parte:
- Demonstração e prática da massagem de relaxamento

Horário: das 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:30
Contribuição: 40€
Nº mínimo de participantes: 4 pessoas
Nº máximo de participantes: 8 pessoas
Observações: Trazer um lençol de solteiro, toalha de corpo e toalha de rosto; Trazer roupa confortável para a parte prática

Formadora: Andreia Ferreira (Naturopata, Terapeuta de Ayurveda e Massagens Holísticas)
Data: Sábado, 12 de Junho de 2010
Hora: 10:00 - 18:30
Local: Tao Desenvolvimento Pessoal - Figueira da Foz (clique aqui e veja a localização)
Inscrições para o tao.centro@gmail.com ou para o 91 423 80 10

Karma e Renascimento: Um seminário na Figueira da Foz

SEMINÁRIOS DE FILOSOFIA E RELIGIÃO

com o Prof. Paulo Borges
(Presidente da União Budista Portuguesa e prof. de Filosofia na Universidade de Lisboa)

Tema: Karma e Renascimento

Dia 12 de Junho (sábado)
Das 11:30h às 13:30h e das 15:00h às 18:30h

Local: Delegação da União Budista Portuguesa
Rua Heróis do Ultramar, 14 A R/C Dtº
Figueira da Foz

Mais informação clique aqui

Movimento cívico de limpeza alerta para a preservação da vida marinha

É com prazer que passamos a mensagem e divulgamos mais esta acção voluntária de limpeza de espaços públicos, desta feita (depois do inspirador Limpar Portugal), trata-se de um movimento local na nossa bela cidade da Figueira da Foz. Participe e faça do Limpar Mar mais um sucesso de activismo cívico:

O Movimento LIMPARMAR e a Associação de Mergulhadores Amadores da Figueira da Foz vão organizar no próximo dia 12 de Junho uma Limpeza Subaquática da Marina e um conjunto de Acções de Sensibilização para a necessidade de não poluirmos o rio e o mar e desta forma podermos contribuir para a Preservação da Vida Marinha.

Estão todos convidados a participar quer em acções de limpeza quer como participante nas acções desportivas ligadas ao rio ou ao mar propostas. Se nunca experimentou tem agora a oportunidade de fazer o seu baptismo gratuito (consulte o Programa).

Para além das actividades propostas irá ser feita a Limpeza das Arribas da Praia por todos os interessados, para o que poderão aparecer na Marina a partir das 9h 30m.

Por volta das 12h 45m será exposto todo o lixo recolhido e por volta das 13 horas iniciar-se-à o almoço de confraternização entre todos os colaboradores e intervenientes neste LIMPARMAR.

CONTO CONVOSCO E PODEM LEVAR UM AMIGO


7.6.10

Ainda a propósito da felicidade...

Depois de uma magnífica jornada relaxante*, onde também se falou de felicidade, tendo como mote esta conferência de Matthieu Ricard - nessa noite de debate, já agora, foi aconselhada uma recente entrevista que o monge deu à rádio TSF, quando passou recentemente por Portugal e que pode, e deve :), ser ouvida aqui -, lembrámo-nos de recuperar aqui para o blog um texto delicioso que tínhamos guardado no nosso baú de pérolas escritas. Encontrámo-lo há uns tempos na edição online do jornal Soberania do Povo e tem como autor Onofre Varela. Tem a sua "antiguidade" (tem mais de um ano), mas na sua essência actual e pertinente. Intitula-se "A Crise e a Felicidade!!!..." e está cheio de sabedoria:

«A maioria de nós está farta de ouvir os arautos da desgraça alertarem para a crise que se aproxima. Mas a crise acompanha-nos há tanto tempo que a vida de cada qual é um repositório de crises, começando na financeira, passando pela saúde e acabando no emprego. Cá por mim estou tão farto de ouvir a ameaça da crise que aí vem, que me apetece gritar: Ai é? Então que venha, que eu já cá estou!… Cheguei primeiro e, nestas coisas da vida, a velhice é um posto.
Li, há semanas, um texto de opinião que contraria os vaticínios da crise. Nele se afirmava que a crise não passará de "bluff" e que a Economia tem esquemas e mecanismos auto-reguladores que, se estiverem afinados, compensarão o fenómeno e a crise acabará por não se manifestar nas dimensões dramáticas anunciadas. Se assim for, vamos ter uma crise de pantufas. Ela passa e nós ficamos a vê-la ir!
Depois de ter lido o artigo, desliguei os alarmes e decidi preocupar-me em ser feliz!


Ser feliz!


A felicidade não é mais do que um conceito, a que cada um pode aceder sem precisar de acertar no Euromilhões. Aliás, aquelas pessoas que têm muito dinheiro — acreditem — têm uma vida desgraçada!… Não são mais felizes do que eu, que sou um teso! Elas só têm é mais poder de compra, mas em termos de qualidades humanas, podem ser, até, os maiores pobres deste mundo… a única coisa que têm… é dinheiro!… Coitadinhos daqueles que detêm fortuna! Vivem preocupados e em constante tensão! A vontade de verem o dinheiro a gerar dinheiro, tira-lhes o sono, o que é imensamente prejudicial para a saúde. Só conseguem dormir empastilhados, coitados!… Muitos dos muito ricos, são tristes, têm pele branca e macilenta, e são desconfiados. Acreditem que viver assim é um inferno!… O dinheiro é um bem, mas também pode ser um mal.
E a felicidade é outra coisa! Em termos científicos, pensa-se que o estado de felicidade é induzido pela serotonina, que é uma substância que se encontra em muitos tecidos, incluindo o cérebro, no qual controla os estados de consciência e de humor. Ultimamente, um grupo de cientistas do University College, de Dublin, que se dedicou à procura das chaves para a felicidade, alcançou resultados surpreendentes. Eles mostram, por exemplo, que se sente mais felicidade quando se é útil aos outros (altruísmo) do que quando se procura o puro prazer (hedonismo). E que é mais feliz aquele que dorme mais horas por dia do que o outro que não cumpre um bom sono reparador. Descobriram, também, que cada um de nós tem um tipo de "felicidade-base" registada nos seus génes, de modo que aquilo que para um é sintoma de felicidade, para outro pode não o ser.
O conforto da felicidade é sentido tanto pelo rico como pelo pobre, e não é perene. Só se é feliz em determinados momentos da vida. Ninguém é feliz a vida inteira. Há diversas razões que fazem accionar a serotonina, provocando estados de felicidade. E esta não é nada de concreto nem tem uma única matriz. Ela é algo que tem a ver com o sujeito que a procura, o que a transforma numa aventura individual.
Por isso o indigente e o encarcerado podem sentir momentos de felicidade, enquanto que o rico e o libertado podem sentir-se profundamente infelizes. A ideia da felicidade tem muito do reconhecimento de si própria e da aceitação da vida e das suas circunstâncias.


Felicidade espiritual


O imperador romano Marco Aurélio foi autor de um conjunto de reflexões entre as quais se encontra esta: "a felicidade é mais uma procura do que um encontro".
Mas ela é, também, um conceito cultural e social. Neste mundo, onde todos nós somos meros condenados à morte agraciados com pequenos adiamentos, a felicidade é questão fundamental para se querer continuar a viver. O sentimento de felicidade é um estado de espírito que a sociedade baseada no valor do dinheiro elevou (ou baixou, melhor dizendo) à condição económica de cada cidadão. Cada um terá a felicidade que pode (de "poder material"), de acordo com as suas reais capacidades económicas e com o padrão de felicidade instituido no meio em que se insere. Fica, assim, a felicidade de cada qual, reduzida ao facto de se ter, ou não, dinheiro… sem o qual o sentimento de felicidade não é plenamente satisfeito, por não se ter acesso a bens e a serviços já considerados como niveladores do estado de se ser feliz.
E o conceito de felicidade instituído na nossa sociedade passa por três factores essenciais que são autênticos ícones civilizacionais: ter emprego estável bem remunerado, automóvel e habitação própria.
Daí a felicidade ser também um conceito cultural que se apresenta diferentemente em cada latitude. Um novaiorquino não motiva a sua felicidade no mesmo objecto em que a encontra um índio da selva amazónica, e no entanto ambos têm a mesma reacção química motivadora do mesmo sentimento.


Sejam felizes!


Estas divagações filosóficas avulsas, trouxeram-me à memória o velho conto infantil do Rei Infeliz, cuja doença da infelicidade foi diagnosticada pelos físicos da corte. A cura só seria alcançada quando o monarca vestisse a camisa de um homem feliz! Cavaleiros percorreram todo o reino em busca de um homem verdadeiramente feliz que emprestasse uma camisa ao rei... mas em vão! Todos os contactados se diziam infelizes, cada um por uma razão diferente. Ou porque pagava altos impostos, ou porque tinha familiares doentes, ou porque lhe morrera a melhor vaca leiteira, ou porque os lobos lhe tinham dizimado o rebanho...
Por fim, já cansados de procurar, os cavaleiros buscadores de um homem feliz empreenderam o caminho de regresso, carregando o pesado fardo do insucesso na missão que lhes fôra confiada. Foi então que viram um pobre homem semi-nu, vergado sob um feixe de lenha. Numa derradeira tentativa de poderem encontrar ali o homem que procuravam, os cavaleiros, pouco esperançados, perguntaram ao ancião se ele era feliz. Que sim, foi a resposta! E disse que a mulher e os filhos esperavam-no em casa, debulhando feijões, e quando ele chegasse iria acender a lareira com a lenha que levava… Até já podia imaginar o cheirinho da sopa de feijão a fumegar nas tijelas e o sorriso de satisfação a alumiar o rosto de toda a família. Haveria maior felicidade?, perguntou. Atónitos, os cavaleiros pediram-lhe por empréstimo uma camisa, e ele, serenamente, informou: "Eu não tenho camisa!...".
Neste 2009, mesmo com o espectro de uma crise encomendada por tanta gente… sejam felizes!»


* O sucesso deste nosso primeiro retiro na Casa das Ervas Silvestres da Jutta Weiske (em Verride), significa naturalmente que vamos repetir "a dose" (de delicioso sabor vegetariano...), pelo menos mais uma vez este ano e provavelmente ainda antes de acabar este Verão. Fiquem como tal atentos às nossas novidades, ou aqui no blog ou no facebook. Também pode escrever para o tao.centro@gmail.com e solicitar para receber os nossos emails informativos regulares.