31.5.09

Light at the Edge of the World: A Ciência da Mente dos Himalaias

Um magnífico documentário de Wade Davis para a National Geographic sobre o budismo tibetano e as suas respostas para as grandes questões da vida:

28.5.09

Questões para reflectir sobre o leite

IV Encontro de Alternativas em Sintra

Programa
29 de Maio (sexta-feira)

15h às 19h – Exposição de Ilustração e BD (até 21 de Junho)
Bernardo Carvalho, Pedro Leitão, Rui Sousa, Sara Teixeira e Tila Barracosa Franco
15h – Abertura do IV Encontro de Alternativas em Sintra

Oficinas (entrada livre)
15h – Caça Sonhos – Sílvia Barbosa
17h30 – Ilustração – Sara Teixeira (galeria)

15h às 20h – Animação Infantil

15h às 20h – Pintura Facial

Massagens – (tendas das massagens)
15h às 20h
Pagas e por marcação:
Biopranica – Miguel chaves
Dorn/Breuss – Miguel Chaves / Rui Martins
Massagem de Som com Taças Tibetanas – Tânia Faísca
Reiki – Miguel Chaves
Reiki Estelar – Rui Martins
Relaxamento – Rui Martins
Seitai – Miguel Chaves
Shiatsu – Alessandro Zucchetti / Giorgio Baio
Sacro-craniana – Rui Martins
Tui.Na – Rui Martins / Susana Santos
Terapias Alternativas – (tendas das massagens)
Pagas e por marcação:
Acupunctura – Susana Santos
Fitoterapia – Susana Santos
Ventosaterapia – Rui Martins / Susana Santos

15h às 23h – Cozinha Vegetariana – Zen Family
Jantar das 19h30 às 22h

15h às 23h – Artesanato, Associações Culturais e de Desenvolvimento Humano e Produtos Biológicos

Palestras
16h – Motivação em Tempo de Crise – José Sebastião, Ananda Marga
17h – Os Florais e o Mundo das Fadas – Marisa Oliveira
18h – Aura-Soma – Yasmin Spavo
19h – Educação Intuitiva – Naturkinda
20h – Orgasmic Birth – Documentário sobre a Humanização do Nascimento –Associação Portuguesa pela Humanização do Parto

Práticas Alternativas
16h – Meditação pela Paz
– Zé Luís, União Budista Portuguesa (hora do conto)
18h – Yoga – Carla Silveira (hora do conto)
18h – Viagem Xamânica com Som – António Paiva (tenda grande)
17h – Inauguração Oficial
17h – “O Zé das Moscas” (Teatro Infantil de Marionetas) – PontePí Teatro de Marionetas

Workshop
17h30 – Desinibição à Dança – Dança para Pelés
19h – Oxalá (Ambient, Lounge, Chill Out)
22h – Yemanjazz (Afro-beat, Jazz)

30 de Maio (sábado)

10h – Abertura

Workshop (pago e por marcação)
10h – Feng Shui – Om Whari Ananda Om (hora do conto)

Massagens – (tendas das massagens)
10h às 13h / 15h às 20h
Pagas e por marcação:

Biopranica – Miguel chaves
Dorn/Breuss – Miguel Chaves / Rui Martins
Massagem de Som com Taças Tibetanas – Tânia Faísca
Reiki – Miguel Chaves
Reiki Estelar – Rui Martins
Relaxamento – Rui Martins
Seitai – Miguel Chaves
Shiatsu – Alessandro Zucchetti / Giorgio Baio
Sacro-craniana – Rui Martins
Tui.Na – Rui Martins / Susana Santos

Terapias Alternativas – (tendas das massagens)
Pagas e por marcação:
Acupunctura – Susana Santos
Fitoterapia – Susana Santos
Ventosaterapia – Rui Martins / Susana Santos

10h às 23h – Cozinha Vegetariana – Zen Family
Almoço – 12h30 às 15h
Jantar – 19h30 às 22h

10h às 23h – Artesanato, Associações Culturais e de Desenvolvimento Humano e Produtos Biológicos

Práticas Alternativas
11h – Tai-Chi – Ananda Marga
15h – Yoga do Riso – Ananda Marga (tenda grande)
17h – Chi-Kung – Dancing Zion
18h – Yoga – Carla Silveira (hora do conto)
18h – Viagem Xamânica com Som – António Paiva (tenda grande)
19h – Viagem Sonora – Pedro Soares e Humberto Tomás (galeria)

Oficinas
11h – Bolacharte – Ananda Marga
15h – Caça Sonhos – Sílvia Barbosa
15h – Fadas com lã biológica
15h – Pintura Colectiva
– Vitória
16h – Marionetas
16h – Fiação – Fátima Rodrigues
17h – Teatro – Rui Mário, Teatro TapaFuros

Palestras
14h – Teosofia
– Maria Madalena Cavaleiro e Pedro Tavares de Almeida
15h – O Poder do Agora, programação neuro-sensorial e qualidade de vida – Jorge Ramos
16h – Homo Cosmicus – Isabel Pessôa-Lopes
17h – Sistema de Navegação Planetária – Armando Gouveia
18h – Serra, Luas e Literatura – João Rodil
19h – Defesa do Património Mundial de Sintra – Fernando Gomes
14h30 às 19h – Exposição de Ilustração e BD
(até 21 de Junho)
Bernardo Carvalho, Pedro Leitão, Rui Sousa, Sara Teixeira e Tila Barracosa Franco
14h às 20h – Animação Infantil
14h às 20h – Pintura Facial
16h – “As aventuras de Puck, o Duende” (Teatro Infantil) – TeatroTapaFuros
19h – Projecto Fuga (Jazz)
21h – Trebaruna (Dança de Fusão Lusitana) Teatro Reflexo
22h – Skalibans (Ska, Punk, Reggae)



31 de Maio (domingo)

10h – Abertura

Workshops (pago e por marcação)
10h – Meditação AUM – Dancing Zion

Massagens – (tendas das massagens)
10h às 13h / 15h às 20h
Pagas e por marcação:

Biopranica – Miguel chaves
Dorn/Breuss – Miguel Chaves / Rui Martins
Massagem de Som com Taças Tibetanas – Tânia Faísca
Reiki – Miguel Chaves
Reiki Estelar – Rui Martins
Relaxamento – Rui Martins
Seitai – Miguel Chaves
Shiatsu – Alessandro Zucchetti / Giorgio Baio
Sacro-craniana – Rui Martins
Tui.Na – Rui Martins / Susana Santos

Terapias Alternativas – (tendas das massagens)
Pagas e por marcação:
Acupunctura – Susana Santos
Fitoterapia – Susana Santos
Ventosaterapia – Rui Martins / Susana Santos

10h às 22h – Artesanato, Associações Culturais e de Desenvolvimento Humano e Produtos Biológicos
10h às 22h – Cozinha Vegetariana – Zen Family
Almoço – 12h30 às 15h
Jantar – 19h30 às 22h

Práticas Alternativas
11h – Tai-Chi – Ananda Marga
11h – Yoga para Crianças – Ananda Marga
14h – Yoga do Riso – Ananda Marga (tenda grande)
17h – Viagem Xamânica com Som – António Paiva (tenda grande)
19h – Chi-Kung – Dancing Zion

Oficinas
14h – Oficina de Ilustração – Sara Teixeira (galeria)
15h – Caça Sonhos – Sílvia Barbosa
15h – Reciclagem
15h - Pintura Colectiva
- Vitória
16h – Fiação – Fátima Rodrigues
18h – Plantas Medicinais – Fernanda Botelho

14h às 19h – Exposição de Ilustração e BD (até 21 de Junho)
Bernardo Carvalho, Pedro Leitão, Rui Sousa, Sara Teixeira e Tila Barracosa Franco

Palestras
14h – Porque é que a alimentação é importante no desenvolvimento da intuição e espiritualidade – Dada Dhyanananda
15h – Tantra, a ascensão do Amor – Amala Skakti Dev
16h – Permacultura – João Jorge
17h – Materiais Naturais na Construção: terra e fardos de palha – Catarina Pinto
18h – Ciência, Consciência e Espiritualidade – Jorge Ramos
19h – O Legado de Agostinho da Silva, 15 anos após a sua morte – Lançamento da Revista Nova Águia nº3 – Paulo Borges, Associação Agostinho da Silva
14h às 20h – Animação Infantil
14h às 20h – Pintura Facial

Workshop
15h – Dança e Meditação Indiana – Odissi Dance
16h – “A mais louca viagem no Espaço” (Teatro Infantil) – Teatro Reflexo
18h – dR. estranhoamor (Pop, Rock, Alternative)
20h30 – Odissi Dance (Dança Indiana)
21h30 – Jahvai
(Reggae, Dub, Funk)

.

Fridays at the Farm

Curso Internacional de Formação de Professores em Yoga

Associação Luso Brasileira de Ayurvédica (ALBA)
19 de Setembro em Lisboa
22 de Setembro no Porto


Inscrições Abertas

Em Lisboa as aulas decorrem aos Sábados, Domingos e durante a semana a noite e no Porto as Terças e Quintas. O curso da Alba conta conta com o apoio e participação do Centro de Estudos de Yoga Narayana, uma escola de yoga com 40 anos de existência.

O curso de formação tem a duração de 3 anos, num total de 420 h, a realizar-se um fim-de-semana por mês em Lisboa e as Terças e Quintas no Porto, num período de 10 meses por ano.

Programa 

1º Ano
Filosofias do Yoga I
Hatha Yoga: as posturas fundamentais
Introdução ao Prânâyama: a arte da respiração
Concentração e Meditação
Anatomia e Fisiologia

2º Ano
Filosofias do Yoga II
Anatomia subtil (Koshas, Chakras, Nadis)
Hatha Yoga
Prânâyama e Kriyas Yoganidra: técnicas de relaxamento
Yoga de energia

3º Ano
Filosofias do Yoga III
Fundamentos do tantrismo
Hatha Yoga
Prânâyama e Kriyas
Pedagogia e didáctica do Yoga
Noções básicas de Yogaterapia

O curso abre com um mínimo de 10 alunos.

Horário para Lisboa: 9h30-13h00; 14h30-18h00
Horário para o Porto: das 19h00 as 22h30

Informações: 960448999 / 919075904
Lisboa: lisboa@ayurvedica.org
Porto: porto@ayurvedica.org

Locais
Lisboa: Pr. da Alegria, 6 - 3º Esq - 1250-004 (Entrada pela Praça da Alegria)
Porto: R. da Igreja de Cedofeita, 44-4º - 4050-306

.

27.5.09

Workshop de Constelações Organizacionais

com Cecilio Regojo
10 Junho (Quarta-feira)
9:45 – 18:00

em Carcavelos

Introdução
Às vezes, as organizações e as empresas deparam-se com diversos e complicados problemas cuja solução parece difícil e muitas vezes não está visível.
Outras vezes, os indivíduos passam por uma série de problemas a nível profissional: fico na empresa ou vou-me embora, trabalho por conta própria ou por conta de outrem, qual é a minha posição dentro da empresa, equilíbrio entre vida familiar e profissional, etc.
Problemas complexos, podem ter soluções muito simples e rápidas quando é utilizado o pensamento sistémico.
O interessante desta metodologia é que o cliente fica com uma imagem da sua situação actual, da eventual solução e dos caminhos que tem de percorrer. Tudo é feito duma maneira intuitiva e fluida, o que faz com que a solução seja totalmente integrada pelo cliente e de mais fácil aplicação.

Workshop
Neste workshop, demonstraremos as potencialidades desta ferramenta excepcional e ajudaremos a resolver questões ou casos trazidos pelos participantes. Neste workshop teórico/prático explica-se o que é a metodologia sistémica das Constelações Organizacionais, realizam-se demonstrações reais e exercícios práticos para que todos os assistentes possam sentir os princípios sistémicos e como se podem aplicar na sua vida diária.

Cecilio Fernández Regojo
Com uma experiência empresarial de mais de 38 anos, tem desempenhado diversos lugares de responsabilidade em empresas de múltiplos sectores e áreas de actividade. A sua actividade como empresário, aliada à experiência como consultor de empresas em vários países, proporcionando-lhe uma visão abrangente das empresas e organizações.
É engenheiro mecânico pelo Instituto Superior Técnico e frequentou vários cursos de pós-graduação em Gestão de Empresas, entre outros.
Formou-se em constelações organizacionais, com os maiores especialistas da matéria. É formador internacional de Constelações Organizacionais e tem feito palestras em vários congressos da especialidade (Alemanha, Bélgica, Espanha, França, México, Costa Rica, República Dominicana, Venezuela, EUA, etc.).

Preço: 90 euros
Local: Hotel Riviera
Reservas e informações: systemic@talentmanager.pt
Telf: 214 671 215
TM: 917 225 317

Mais informação em Talent Manager
.

25.5.09

Aulas Abertas no âmbito da Pedagogia Waldorf

Lembra-se de como aprendeu a ler? a escrever? Os números? As contas?...

A nossa proposta é que venha vivenciar de novo estes processos.

Partindo do trabalho que desenvolvemos com as crianças, tanto ao nível da estrutura das aulas, como dos próprios conteúdos, vamos recriar um conjunto de experiências que sejam um ponto de partida para uma conversa de esclarecimento sobre a proposta pedagógica que queremos apresentar, proposta esta que pretendemos disponibilizar para as crianças da zona da grande Lisboa.

Convidamo-lo, por isso, a participar em Aulas Abertas, do 1º Ciclo do Ensino Básico, no âmbito da Pedagogia Waldorf, com a seguinte calendarização:

Trabalhos Manuais
6 de Junho de 2009
Consultório Rafael
Av. Almirante Reis n.82-1ºEsq (Lisboa)

Pintura em Aguarela
20 de Junho de 2009
Oficina Didáctica
R. D. João V , 6-B (Lisboa)

Matemática
04 de Julho de 2009
Local a confirmar

Desenho Orientado
09 de Julho de 2009
Local a confirmar

E com a seguinte estrutura:

10:00h Acolhimento
10:15h Aula Aberta (Roda Rítmica, Conteúdo Pedagógico, História)
11:30h Tempo de Partilha
12:30h Encerramento  

A organização agradece contribuição para material e deslocações. Por favor, confirme a sua presença.

Contactos: Magda Serpa 969085891; Vera Mendonça 964143222
Associação Waldorf de Sintra - correio.aws@gmail.com
.

Fim-de-Semana Intensivo de Yoga em Coimbra

Teoria e Prática de Yoga Integral
com Ana Taboada
Coimbra
12, 13 e 14 Junho

Este Fim-de-Semana destina-se não só a TODOS os praticantes de Yoga (de quaisquer tradições ou níveis), mas também a todas as pessoas que se querem iniciar no fantástico mundo do YOGA.

Ao longo do fim-de-semana serão ensinados conhecimentos teóricos e práticos sobre o Yoga em geral e também especificamente sobre o Yoga Integral, que te permitirão construir uma base sólida para a tua prática individual. As inscrições decorrem até dia 8 Junho e terá limite de inscrições, por isso, reserva já o teu lugar!

Local: Sala de Prática da Secção Experimental de Yoga da Associação Académica de Coimbra

Programa e Condições:

(clique na imagem para ampliar)

.

Monges da Self-Realization Fellowship em Portugal

A Self-Realization Fellowship é uma organização sediada em Los Angeles, sem fins lucrativos, fundada em 1920 por Paramahansa Yogananda, autor do clássico “Autobiografia de um Yogue”. Esta visita monástica ao nosso país é iniciativa da editora brasileira Omnisciência, que tem no seu catálogo todas as obras de Yogananda.

 Actividades em Lisboa, dias 29, 30 e 31 de Maio:



Entrada Livre

22.5.09

Dar sangue: uma palestra na Figueira da Foz

A felicidade e o tempo subjectivo



postais digitais tao

clique para aumentar
copie e espalhe
ou use como fundo de écran
.

Viver Saúde na FIL

Salão Internacional de Saúde, Beleza e Bem-Estar
29 a 31 de Maio de 2009
Lisboa


Este é um evento dirigido ao público em geral que tem por objectivo a promoção, divulgação e orientação de hábitos de estilos de vida saudáveis, de higiene e cuidados de estética.

Com um amplo e diversificado plano de actividades de interacção com os visitantes através de aulas, animações e demonstrações, massagens tratamentos de beleza entre outras experiências, o VIVER SAÚDE assume-se como um espaço para conhecer e experimentar novas técnicas e métodos associados ao bem estar e para todas as idades.

Horário:
29 e 30 de Maio das 15h00 /23h00
31 de Maio das 10h00 /19h00

Local: FIL - Parque das Nações.

.

Praça de Touros vira Praça da Vida em Viana do Castelo

Ora aqui está uma excelente ideia, a louvar sem reservas e que merecia ser repetida em todas as cidades portuguesas com as anacrónicas "praças de touros". E um grande viva a Viana do Castelo, a primeira "cidade antitouradas do país". O presidente da Câmara local, Defensor Moura, pretende criar ali uma "Praça da Vida", projecto associado a um Centro Ciência Viva com novo edifício contíguo. É sempre de festejar quando a barbárie dá lugar ao conhecimento:

Praça de Touros «vira» Centro de Ciência

"A Câmara de Viana do Castelo vai lançar até ao final do Verão o concurso para a construção de um edifício junto à Praça de Touros que se vai transformar num Centro Ciência Viva. Actualmente, os serviços da autarquia estão a elaborar um programa que permita enquadrar o futuro espaço no “perfil de cidade”, relacionando-o com outros pólos existentes na cidade e enquadrando-o nos princípios da Rede Europeia das Cidades Saudáveis, de que Viana do Castelo faz parte.(...)"

.

Workshop de Crudivorismo


São workshops inovadores dedicados aos alimentos crus, com degustação. Uma iniciativa do Leite da Terra, no Espaço Gaya.

O programa inclui: Noções do crudivorismo; o porquê da comida crua?; sugestões alimentares, germinar grãos e sementes; sucos verdes, leite de sementes, pratos vivos; sobremesas.

Inscrição prévia obrigatória.

Data: 23 de Maio (sábado)
Formador: Márcia Almeida
Preço: 40€ (Nível I)
Morada: Espaço Gaya . Av. da República, 2475 8º Andar Salas 82 e 83 - 4430-208 Vila Nova de Gaia
Telefone: 96 465 72 06 

.

21.5.09

Curso de Reflexología Podal para bebés e crianças

Por Mauricio Kruchik
Reflexólogo, Doula e Educador Prenatal
Presidente do Forum Israelita de Reflexología
Em Lisboa
Introdução

A Reflexologia podal é uma terapia efectiva, inócua e agradável, que estimula os órgãos do corpo humano para que este encontre a sua harmonia e se cure a si próprio.
Não é necessário estar doente para beneficiar da Reflexologia.
Qualquer pessoa, em qualquer idade a pode recever, desde recem-nascido até uma pessoa mais idosa.
A reflexologia conta já com muitos testemunhos a seu favor, de pessoas que sentiram os seus benefícios. O principal: o bem estar do ser humano. O segredo: a sua simplicidade e o prazer que é recebê-la, a sensação de satisfação do próprio corpo e o calor humano que se recebe da pessoa que o facilita.

Para bébes e crianças

A Reflexologia não é somente indicada para crianças... mas sim largamente recomendada. Porquê?
Por muitos motivos, dos quais iremos citar alguns, que são na sua essência os mais importantes:
Primeiro, fortalece a relação Mãe/Pai e filho, já que o contacto físico, a mensagem de prazer e calor humano é uma formidável forma de comunicação. A criança sente-se apoiada desde os seus primeiros dias.
Importante: muitas das situações de que a criança pode sofrer durante os primeiros meses de vida são reflexo imediato de carências emocionais que a criança desenvolve por falta de contacto!
Segundo, ajuda o recém-nascido a adaptar o seu organismo ao seu novo meio de vida, à sua nova alimentação, acalmar angústias e ansiedades, ajuda-o a dormir, e principalmente... previne as cólicas e a acumulação de gases. Os pais que tenham passado noites sem dormir com os filhos nos braços, sabem bem do que falamos....

Datas e horários:
21/7 (terça) das 9:30-13:30
22/7 (quarta) 10:00 -13:30
23/7 (quinta) 10:00 -13:30

Investimento: 180€ (pai, mãe e filho)
Data limite das inscrições: 15 Junho (Inscrições limitadas)
Local da formação: Consultório Rafael (Av. Almirante Reis, nº 82 -1º Esq).

Mais informações e pré-inscrição com Fernanda Francisco: Reflexologia.infantil@gmail.com ou 962825529

- actualização nos comentários deste post -
.

20.5.09

Sobre a crença

Pergunta: Acreditar em Deus tem sido um poderoso incentivo para melhorar a vida. O senhor rejeita Deus, porquê? Por que não tenta restabelecer a fé do homem na ideia de Deus?

Krishnamurti: Olhemos para o problema de um modo aberto e inteligente. Eu não rejeito Deus – isso seria demasiado estúpido. Só o homem que não conhece a realidade utiliza palavras sem significado. Aquele que diz que sabe, não sabe; aquele que experiencia a realidade a todo o momento não tem meios para comunicar essa realidade.

A crença é a negação da Verdade; a crença impede a Verdade; acreditar em Deus é não encontrar Deus. Nem o crente nem o não-crente encontram Deus; porque a Verdade é o desconhecido, e acreditar ou não no desconhecido é uma simples projecção pessoal e portanto não é real. Sei que você é crente, e sei também que isso tem pouco significado na sua vida. Há muita gente crente; milhões acreditam em Deus e nisso obtêm consolo. Primeiro que tudo, por que é crente? É crente porque isso lhe dá satisfação, consolo, esperança e, como você afirma, dá significado à vida. De facto, o seu acreditar tem muito pouco significado, porque acredita e explora os outros, acredita e mata, acredita num Deus universal e aceita que os homens se matem uns aos outros. O homem rico também acredita em Deus, ele explora sem piedade, acumula riqueza, e depois constrói um templo ou torna-se filantropo.

Os homens que largaram a bomba atómica em Hiroshima disseram que Deus estava com eles; aqueles que voaram de Inglaterra para destruir a Alemanha afirmavam que Deus era o seu co-piloto. Os ditadores, os primeiros-ministros, os generais, os presidentes, todos eles falam de Deus, têm imensa fé em Deus. E estarão eles a fazer o que deviam fazer, construindo uma vida melhor para os seres humanos? As pessoas que afirmam acreditar em Deus já destruíram metade do mundo, e este planeta está uma completa desgraça. Através da intolerância religiosa criam-se divisões entre os povos, os que acreditam e os que não acreditam, o que conduz a guerras religiosas. Isso demonstra como as nossas mentes estão extraordinariamente politizadas.

Será que acreditar em Deus é “um poderoso incentivo para uma vida melhor”? Por que queremos nós um incentivo para viver melhor? Claro que esse incentivo deve ser o nosso próprio desejo de viver com higiene e com simplicidade, não é assim? Se procuramos um incentivo, é porque não estamos interessados em tornar a vida melhor para todos, estamos apenas interessados no nosso incentivo, que é diferente do de outra pessoa – e acabaremos por lutar por causa de um incentivo. Se vivermos em paz uns com os outros, não porque acreditamos em Deus mas porque somos seres humanos, então partilharemos todos os meios de produção com o objectivo de produzir coisas para toda a gente. Devido à falta de inteligência, aceitamos a ideia de uma super-inteligência a que chamamos “Deus”; mas esse “Deus” não nos vai proporcionar uma vida melhor. O que conduz a uma vida melhor é a inteligência; e não pode existir inteligência se houver crença, se houver divisões sociais, se os meios de produção estiverem nas mãos de poucos indivíduos, se existirem nações isoladas e governos soberanos. Tudo isto indica falta de inteligência e é a falta de inteligência que está a impedir uma vida melhor, e não a descrença em Deus.

Todos nós acreditamos de modos diferentes, mas a crença não tem qualquer realidade. A realidade é aquilo que cada um é, o que cada um faz, pensa, e acreditar em Deus é um mero escape para a nossa monótona, estúpida e cruel existência. Mais, a crença invariavelmente divide as pessoas: há o hindu, o budista, o cristão, o comunista, o socialista, o capitalista, e tudo o resto. A crença e a ideia dividem; nunca levam as pessoas a estarem unidas. Algumas pessoas podem juntar-se e formar um grupo; mas esse grupo acaba por se opor a outro grupo. Ideias e crenças nunca são unificadoras; pelo contrário, elas são separativas, desintegradoras e destrutivas. Portanto, a crença em Deus está de facto a espalhar a infelicidade no mundo; embora essa crença nos traga consolo momentâneo, ela na realidade trouxe mais sofrimento e destruição na forma de guerras, fome, divisão de classes e a impiedosa acção de indivíduos que se puseram à parte. Assim, a crença não tem validade alguma. Se acreditássemos realmente em Deus, se isso fosse uma experiência real para nós, então haveria um sorriso na nossa face; e não destruiríamos os outros seres humanos.

O que é a Realidade? O que é Deus? Deus não é a palavra, a palavra não é a Realidade. Para conhecer isso que é imensurável, que não está no tempo, a mente tem de estar liberta do tempo, quer dizer, a mente tem de se libertar de todo o pensamento, de todas as ideias acerca de Deus. O que sabemos nós sobre Deus ou a Verdade? Não sabemos realmente nada sobre essa Realidade. Tudo o que conhecemos são palavras, são experiências de outros ou alguns momentos de experiências pessoais. Claro que isso não nos dá a conhecer Deus, não é a Verdade, isso não está para além do tempo. Para se conhecer isso que está para além do tempo, temos de compreender o processo do tempo, tempo sendo pensamento, sendo o processo de “vir a ser”, sendo acumulação de conhecimentos. Isso é tudo o que está por detrás da mente; a mente, em si, é esse fundo (background), é o consciente e o inconsciente, é o colectivo e o individual. Assim, a mente tem de estar livre do conhecido, isto é, ela tem de estar completamente em silêncio, não forçada ao silêncio. A mente que atinge o silêncio como um resultado, como o produto de determinada acção, prática ou disciplina, não é uma mente em silêncio. A mente que é forçada, controlada, moldada, posta dentro de limites e mantida quieta, não é uma mente em paz. Podemos ter sucesso por algum tempo em forçar a mente a ser superficialmente silenciosa, mas tal mente não é uma mente serena. A serenidade só acontece quando compreendemos todo o processo do pensamento, porque compreender esse processo é acabar com ele, e na cessação do processo do pensamento está o começo do silêncio.

Só quando a mente está completamente em silêncio, não apenas a um nível superficial mas a um nível profundo da consciência – só então o desconhecido pode manifestar-se. O desconhecido não é algo para ser experimentado pela mente; apenas o silêncio, e só o silêncio pode ser experienciado. Se a mente experimenta o silêncio, é porque está simplesmente a projectar os seus próprios desejos, e uma tal mente não está em silêncio; enquanto a mente não estiver em silêncio, enquanto o pensamento sob qualquer forma, consciente ou inconsciente, estiver em movimento, não poderá haver silêncio. Silêncio é libertação do passado, dos conhecimentos, de memórias conscientes e inconscientes; quando a mente está em completo silêncio, não em funcionamento, quando há silêncio que não é produto do esforço, então o Intemporal, o Eterno dá-se a mostrar. Esse estado não é um estado para lembrar – não há qualquer entidade a recordá-lo, a experimentá-lo.

Portanto, Deus, a Verdade, chamemos-lhe o que quisermos, é algo que se manifesta a todo o momento, e isso só acontece num estado de liberdade e de espontaneidade, não quando a mente é disciplinada de acordo com um padrão. Deus não é uma coisa da mente, não vem através da autoprojecção; só acontece quando há virtude, que é liberdade. Virtude é enfrentar o facto de o que é, e enfrentar o facto gera um estado de bênção. Quando a mente está nesse estado de profunda alegria, em paz, sem qualquer movimento, sem a projecção consciente ou inconsciente do pensamento, – só então o Eterno se manifesta.

Jiddu Krishnamurti in "A Primeira e Última Liberdade"

Fonte: Núcleo Cultural Krishnamurti Portugal
.

Dogs


She lives with an orange tree
The girl that does yoga
She picks the dead ones from the ground
When we come over

And she gives
I get
Without getting anything to me

Like a morning sun
Like a morning
Like a morning sun
Good good morning sun

The girl that does yoga

He lives in a little house
On the side of a little hill
Picks the litter from the ground
Litter little brother spills

He gives
I get
Without giving anything to me

And the dogs they run
And the dogs they
And the dogs they run
In the good good morning sun

Side of a little hill
The litter little brother spills
The side of a little hill

Oh and she's always dressed in white
She's like an angel and she burns my eyes
Oh and she turns she pulls a smile
We drive her round and she drives us wild
Oh and she moves like a little girl
I become a child and she moves my world
And she gets splashed in pain and turns away and leaves me standing

She lives with an orange tree
The girl that does yoga
Got a wolf to keep her warm
When he comes over

She gives
He gets
Without giving anything to see

And the day ends
And the day it
And the day ends
And there's no need for me

The girls that does yoga
When we come over
The girls that does yoga


Damien Rice

19.5.09

Dança do Ventre na Figueira da Foz: Aula Aberta

Aulas de Dança do Ventre 
com nova Professora e novo Horário no Tubo d'Ensaio
5ª Feira, 28 de Maio, 21h

Aula Aberta com Entrada Livre... Vem experimentar!

As origens da Dança do Ventre perdem-se no tempo... Esta dança torna a vida mais activa e criativa, e traz-nos uma energia jovial e rejuvenescedora. Ela alia coordenação de movimentos, respiração, relaxamento, ritmo, expressão e arte. A dança do ventre sempre foi uma celebração à vida...

Formadora: Tânia João
Horário: 5ª Feiras - 21h às 23h

.

17.5.09

Across the Universe


Rufus, Moby e Sean Lennon, juntos e ao vivo numa magnífica interpretação de um dos mais belos temas dos Beatles.

Across the Universe

Words are flying out like
endless rain into a paper cup
They slither while they pass
They slip away across the universe
Pools of sorrow waves of joy
are drifting thorough my open mind
Possessing and caressing me

Jai guru deva om
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world

Images of broken light which
dance before me like a million eyes
That call me on and on across the universe
Thoughts meander like a
restless wind inside a letter box
they tumble blindly as
they make their way across the universe

Jai guru deva om
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world

Sounds of laughter shades of life
are ringing through my open ears
exciting and inviting me
Limitless undying love which
shines around me like a million suns
It calls me on and on across the universe

Jai guru deva om
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Nothing's gonna change my world
Jai guru deva
Jai guru deva

John Lenon

16.5.09

Stone Splash dá-se a conhecer

Splash na Praia
24 De Maio (domingo)
Figueira da Foz

«A Stone Splash, Marketing, Desenvolvimento Pessoal, Coaching & Spa, irá realizar um evento – Splash na Praia, no próximo dia 24 pelas 10h30, na praia da Claridade (em frente à torre do relógio), Figueira da Foz. 

O evento terá como objectivo dar a conhecer a empresa e as suas áreas de actividade, mostrando desta forma alguns dos seus serviços. O Splash na Praia contará com a presença de alguns dos nossos profissionais que realizarão, gratuitamente, massagens, aulas de Yoga e aulas de Dança para os presentes.

Em parceria com a Câmara Municipal, Figueira Grande Turismo, Cruz Vermelha, Mega FM, esperamos proporcionar um momento de puro Bem-Estar a todos os interessados.

Aproveitamos também, para angariar roupas e utensílios domésticos para a loja social “Coisas & Causas” da Cruz Vermelha Portuguesa da Figueira da Foz.»

Mais informações: 931887050 /69
.

15.5.09

Mais Diversidade, Melhor Humanidade

A Semana da Diversidade é uma iniciativa do Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural:

«A 21 de Maio, quinta-feira, celebra-se o Dia Mundial da Diversidade Cultural, para o Diálogo e o Desenvolvimento. À semelhança de outros anos e no seguimento do Ano Europeu do Diálogo Intercultural, o ACIDI promove toda uma semana de eventos sob o lema "Mais Diversidade, Melhor Humanidade", a começar na segunda-feira 18 de Maio e a acabar na sexta-feira dia 22 de Maio. O Programa é vasto e rico em públicos alvo, cobrindo não só a região de Lisboa, mas outros pontos do País.»

.

13.5.09

Festival de Yoga em Aveiro

Festival de Yoga
Aveiro - Costa Nova
26, 27 e 28 de Junho de 2009

Este ano o Festival de Yoga, uma organização do Jardim de Lótus, acontece sob a égide do Laranja, cor do segundo Chakra.

Nesta que será a sua quinta edição, terá:

- Dois dias e meio cheios de workshops de yoga e não só. Muito divertimento e descontracção.

- Instrutores de Kundalini e Hatha Yoga, de Portugal, Espanha e Inglaterra.


Uma excelente oportunidade para conhecer diferentes estilos e professores de Yoga que irão partilhar connosco a sua experiência pessoal de prática de Yoga.

- Actividades para crianças em paralelo com as actividades do Festival. Incluem brincadeiras, actividades, acompanhamento constante e também yoga para crianças.

- Serviço de refeições vegetarianas, desta vez incluídas no preço para potencializar o convívio entre os participantes.

- Começa já a sonhar com o TEU Festival de Yoga. Inscreve-te antes de 7 de Junho e usufrui do preço especial.

Tudo isto no Parque de Campismo da Costa Nova, que é um pequeno paraíso tão perto e tão longe da cidade de Aveiro, inserido numa envolvente natural privilegiada entre a Ria e o Mar.


.

12.5.09

Uma reflexão bem-humorada e muito séria sobre a escola que temos

Ken Robinson, professor, pensador e brilhante comunicador inglês, levanta nesta palestra muito bem humorada, questões muito sérias acerca do modelo de escola tradicional, que continua a imperar nos sistemas educativos oficiais um pouco por todo o mundo. A brincar, a brincar, Robinson desfaz como um castelo de cartas, sem piedade e com inquietante lucidez, a "fortaleza" educativa que herdámos da revolução industrial e do século XIX. Um sistema que reprime a criatividade e a inteligência e que gera adultos frustrados e ignorantes. Mais uma palestra Ted Talks imperdível:


8.5.09

Meditação

Vindo para o centro

"Tente observar uma aranha. A aranha tece a sua teia em qualquer nicho conveniente e, depois, senta-se no centro e fica quieta e silenciosa. Mais tarde, uma mosca vem e pousa na teia. Assim que ela toca e abana a teia, "boop!" - A aranha salta sobre ela e envolve-a nos fios. Ela retira-se para guardar o insecto e regressa para se posicionar silenciosamente no centro da teia.

Observar uma aranha desta forma pode dar origem à sabedoria. Os nossos seis sentidos têm a mente no centro, cercada pelo olho, ouvido, nariz, língua e corpo. Quando um dos sentidos é estimulado, por exemplo, uma forma contactando o olho, ela agita e atinge a mente. A mente é aquilo que sabe, aquilo que conhece a forma. Apenas isto é suficiente para a sabedoria surgir. Isto é simples.

Como uma aranha na sua teia, devemos viver cuidando de nós próprios. Assim que a aranha sinta o contato de um insecto com sua teia, ela agarra-o rapidamente, amarra-o e volta novamente para o centro. Isto não é nada diferente das nossas próprias mentes. "Vir para o centro" significa viver atentamente com compreensão clara, estando sempre alerta e fazendo tudo com exactidão e precisão - isto é o nosso centro. Não há realmente muito que possamos fazer; nós apenas vivemos cuidadosamente desta forma. Mas isto não significa que vivamos inconscientemente a pensar: "Não há necessidade de fazer meditação sentada ou a caminhar!", e esquecermos assim tudo sobre a nossa prática. Não podemos ser descuidados! Devemos permanecer em alerta como a aranha que espera para apanhar os insectos para se alimentar.

Isto é tudo o que temos que saber - sentar e contemplar essa aranha. Faça muito isto e a sabedoria poderá surgir espontaneamente. A nossa mente é comparável à aranha, as nossas emoções ou impressões mentais são comparáveis aos vários insectos. Isto é tudo o que há! Os sentidos envolvem e estimulam constantemente a mente; quando qualquer deles contacta alguma coisa, isto imediatamente alcança a mente. A mente, então, investiga-o e examina minuciosamente, após o que retorna ao Centro. É assim que ficamos alertas, agindo com precisão e compreendendo sempre conscientemente com sabedoria. Isto é o bastante e a nossa prática está completa."

Ajahn Chah in Bodhinyana

5.5.09

Homenagem ao Professor Hermógenes

Tocante esta vídeo-homenagem a um dos grandes mestres mundiais do Yoga contemporâneo, o brasileiro professor Hermógenes, autor do inesquecível "Yoga para Nervosos" (publicado em Portugal pela Pergaminho):

Shiva Rea nas areias brancas

4.5.09

Ser Mãe e ser Pai em Portugal

1ª Jornada
“Gravidez, Nascimento e Parentalidade: Ser Mãe e ser Pai em Portugal”
23 de Maio

Mais uma excelente iniciativa do ESCA (Espaço para a Saúde da Criança e do Adolescente), esta primeira jornada dedicada à parentalidade no nosso país vai reunir, em Lisboa, no Auditório da Escola de Enfermagem de S. Vicente de Paulo (ao Campo Grande) alguns dos melhores especialistas portugueses em torno de quatro mesas temáticas: "Gravidez e Qualidade de Vida", "Gravidez de Risco", "Parto e Nascimento" e "Maternidade; Paternidade e Puerpério".


Mais informações e programa aqui ou junto do secretariado da jornada: secretariado@esca.pt 
.

1.5.09

A alma humana e os caminhos

«Caminho: faixa de terra sobre a qual se anda a pé. A estrada distingue-se do caminho não só por ser percorrida de automóvel, mas também por ser uma simples linha ligando um ponto a outro. A estrada não tem em si própria qualquer sentido; só têm sentido os dois pontos que ela liga. O caminho é uma homenagem ao espaço. Cada trecho do caminho é em si próprio dotado de um sentido e convida-nos a uma pausa. A estrada é uma desvalorização triunfal do espaço, que hoje não passa de um entrave aos movimentos do homem, de uma perda de tempo. 

Antes ainda de desaparecerem da paisagem, os caminhos desapareceram da alma humana: o homem já não sente o desejo de caminhar e de extrair disso um prazer. E também a sua vida ele já não vê como um caminho, mas como uma estrada: como uma linha conduzindo de uma etapa à seguinte, do posto de capitão ao posto de general, do estatuto de esposa ao estatuto de viúva. O tempo de viver reduziu-se a um simples obstáculo que é preciso ultrapassar a uma velocidade sempre crescente.»

Milan Kundera (em "A Imortalidade")